Escadaria do Parque do Caracol segue sem previsão de liberação

Um dos principais atrativos do Parque do Caracol de Canela, a escadaria de mais de 700 degraus está fechada há cerca de um ano por falta de condições de segurança, depois que um temporal atingiu sua estrutura, e não tem prazo para reabrir. O projeto, concluído em julho pela empresa contratada, tramita agora na Secretaria do Turismo do Estado. Depois, ainda passará para avaliação da Secretaria de Obras.

O parque é estadual com contrato de cedência ao município. Quando apresentou o projeto no ano passado, a Secretaria do Turismo de Canela projetava a reabertura da escadaria até o inverno deste ano. Agora, o secretário Ângelo Sanches projeta que isso possa ocorrer até o final de 2018. Mas, depois da análise do projeto nos órgãos estaduais, a licitação ainda terá de ser aberta. Quem liga para o próprio parque recebe a informação de que a escadaria vai demorar “mais de um ano” para ficar pronta.

O obra está orçada em R$ 2,2 milhões. A nova estrutura terá 675 degraus, menos que os atuais 730. O motivo é a mudança na inclinação dos degraus. O projeto também prevê a construção de um sistema de salvamento, em que uma maca pode ser deslocada por roldanas com um socorrista para agilizar o atendimento. O sistema adiciona R$ 1 milhão ao custo da obra. Conforme o secretário do Turismo de Canela, o recurso já está reservado.

Apesar da escadaria fechada, o parque contabiliza aumento no número de visitantes. Foram 360 mil em 2017, um crescimento de 11% em relação ao anterior. Conforme Sanches, outros projetos também estão em andamento, como sonorização, sistema de videomonitoramento e acesso à internet sem fio. No Estado, tramitam projetos para melhorias nos banheiros e na rede elétrica.

A entrada no parque custa R$ 20. Crianças, idosos e estudantes pagam metade.